Rapidinhas

movies-2010

– CÓPIA FIEL: Primeiro filme de Abbas Kiarostami rodado fora de sua terra natal, o Irã. Misturando uma discussão sobre a natureza da cópia em relação à arte contemporânea com um relacionamento amoroso pouco convencional, o diretor cria um interessante enigma que vale mais pelas dúvidas que suscita do que por uma possível solução. O filme é inteiramente baseado no diálogo dos dois protagonistas, o que deixa tudo com um charme meio Rohmer, meio Linklater. Juliette Binoche, radiante, ganhou merecidamente o prêmio de melhor atriz em Cannes esse ano.

– MACHETE: No projeto GRINDHOUSE, de 2007, Robert Rodriguez levou a pior: enquanto seu PLANETA TERROR tentava ser realmente um filme B, Quentin Tarantino “roubou” e realizou mais um filmaço, À PROVA DE MORTE. No entanto, um dos falsos trailers apresentados em GRINDHOUSE era o de MACHETE, estrelado por Danny Trejo. Num golpe de mestre, Rodriguez fez o filme de verdade, como uma continuação do estilo de GRINDHOUSE. Só que ao contrário do apresentado em PLANETA TERROR, o diretor consegue mesclar o trash com uma boa história, piadas ótimas e muita violência. O elenco merece destaque: além de Trejo, excelente no papel título, ainda há a canastrice de Robert DeNiro, Don Johnson e Steven Seagal de um lado, enquanto Jessica Alba, Michelle Rodriguez e Lindsay Lohan representam a parte sexy do filme. Diversão pura.

– A VIDA DURANTE A GUERRA: Depois de projetos interessantes mas mal-sucedidos (PALÍNDROMOS e HISTÓRIAS PROIBIDAS), o diretor Todd Solondz decidiu retomar a linha narrativa do excelente FELICIDADE, sem dúvida seu melhor trabalho. Com os mesmos protagonistas, mas com diferentes atores, Solondz cria uma continuação para as figuras amarguradas e tragicômicas de sua obra-prima. Contudo, o resultado é pouco inspirado e às vezes apelando para soluções óbvias. O humor ácido de Solondz é trocado por uma crítica do cotidiano que não faz pensar e nem choca – apenas entedia o espectador.

– ATRAÇÃO PERIGOSA: Ben Affleck, quem diria, vem se mostrando um melhor diretor que ator. Depois do surpreendente MEDO DA VERDADE, ele continua no nicho dos filmes “violência+white trash+Boston+família” que acabou virando um verdadeiro gênero em si (que tem em SOBRE MENINOS E LOBOS e OS INFILTRADOS exemplos máximos). Focando numa gangue de roubo de bancos que se vê em apuros quando a principal testemunha de um de seus crimes (Rebecca Hall) se envolve amorosamente com líder da organização (o próprio Affleck), o filme se dá melhor nas partes “realismo social” que nas partes românticas. Jeremy Renner rouba todas as cenas, mas o filme ainda tem Jon Hamm (Don Draper policial!) e Pete Postlethwaite (em pequena mas memorável atuação).

Esta entrada foi publicada em 24 quadros por segundo com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a Rapidinhas

  1. Raphael diz:

    Olha que legal… um post onde eu vi TODOS os filmes! Concordo com tudo, principalmente que Life During Wartime é o cúmulo do desperdício de dinheiro para fazer, distribuir e assistir ao filme. Só não digo que também foi um desperdício do meu tempo pois estava muito bem na espreguiçadeira do Shopping da Gávea.

  2. karine diz:

    Eu também gostei de The Town, especialmente o Don Draper FBI.🙂

    (Eu nem sabia que tinha saído Malu de Bicicleta, aqui no Ceará não passa nada de interessante, damn it. Li esse livro uns 5 anos atrás e gostei muito, sempre achei que daria um bom filme. Vou atrás.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s