How do you solve a problem like Gabourey Sidibe?

gabourey-sidibe-elle-cover

No início do ano, quando foi lançada a Hollywood Issue da Vanity Fair, as fotos angelicais das jovens divas do cinema americano foram ofuscadas por uma ausência notória: Gabourey Sidibe, a jovem atriz que despontou para o sucesso com a excelente atuação no filme PRECIOSA. Afinal de contas, o filme gerou um imenso boca a boca, foi aclamado pela maioria dos críticos e ainda rendeu uma atuação ao Oscar de melhor atriz para sua protagonista. Então, afinal de contas, por que ele não mereceu um lugar na capa (dupla) da Vanity Fair?

“Ela é negra”, disseram uns. “Ela é gorda”, disseram outros. “Ela é gorda e negra”, disse a maioria (claro que ninguém falou exatamente assim – preferiu-se dizer que ela era afro-descendente e que tinha uma beleza não-convencional). Só faltou descobrirem que ela era muçulmana. Com esse alvoroço, até a própria Sidibe foi questionada sobre o assunto. A atriz acabou dizendo que no final foi melhor assim, já que acabaria se sentindo deslocada de qualquer forma.

Mas a polêmica que parece acompanhar Gabourey Sidibe (nunca criada por ela, mas sempre pela visão que os outros tem dela, vale dizer) ganhou mais um capítulo essa semana quando a revista Elle divulgou sua edição de aniversário de 25 anos. Para comemorar, a revista escolheu 25 jovens mulheres talentosas da atualidade. Delas, 4 ganharam uma capa só para si: Megan Fox, Lauren Conrad, Amanda Seyfried e Gabourey Sidibe.

As quatro capas

As quatro capas

É aí que começa o festival de acusações: disseram que a pele dela foi clareada, fazendo com que ela parecesse mais “pálida”; além disso, ela é a única das 4 atrizes de capa que não apareceu de corpo inteiro. A revista Elle se defendeu: “Temos quatro capas este mês, e a capa de Gabby não foi retocada nem mais nem menos do que qualquer uma das outras. Tínhamos 25 personagens dignas de capa, e escolhemos a Gabby por ser quem ela é. Tiramos essa foto pensando em uma jovem exuberante que está mudando o mundo”.

A atitude da mídia sobre o que fazer com (a imagem de) Gabourey Sidibe é um tanto esquizofrênica. Começou com o próprio filme PRECIOSA, que foi feito para ilustrar uma história de superação e acabou sendo acusado de racista por muitos. Depois no episódio da Vanity Fair, a revista foi acusada de racista porque não reconheceu o talento da atriz. E agora a Elle, que coloca a atriz na capa, é acusada de ser fetichista e mostrar Sidibe como exótica, numa atitude superior (o que me lembra daquela  discussão sobre a capa da Vogue com Lebron James e Gisele Bundchen).

Me parece que não há uma ponto pacífico nessa situação: se não é mostrado, é preconceituoso; se é mostrado, é condescendente. Gabourey Sidibe é gorda? É. Mostrá-la de corpo inteiro a deixaria mais bonita? Não. A pele dela foi clareada? Certamente. Mas das quatro atrizes de capa, a única que realmente conheço é Gabourey Sidibe, e não é difícil pensar (especialmente depois de PRECIOSA e dos ótimos primeiros episódios de The Big C) que ela é a melhor atriz de todas (quem é Lauren Conrad, afinal de contas???).

Agora já estão dizendo até que ela é péssimo exemplo para jovens, já que sua obesidade é mostrada como uma forma de beleza. Mas a Lindsay Lohan pode estampar capas de revista no mesmo mês em que foi presa por cheirar todas né? Afinal de contas, ela é bonita.

Eu voto em Gabourey Sidibe na capa da Time – nem que seja pelas discussões que ela suscita toda as vezes que aparece na mídia.

Esta entrada foi publicada em Just Shoot Me!, Pop Q Pensa com as etiquetas , , . ligação permanente.

7 respostas a How do you solve a problem like Gabourey Sidibe?

  1. Miguel diz:

    Falou e disse!

  2. Eu gosto da Gabourey, ainda mais como ela sabe reagir a esse tipo de discussão.

    E Lauren Conrad era protagonista de The Hills, um reality que passava na MTV de lá e (parece) que ganhou certa relevância na moda.

  3. Wally diz:

    Acho esse um dos grandes males do século. Essa necessidade geral de acusar e repreender, de forma extremamente gratuita. Desta forma, não tem como não ser preconceituoso ou racista. Ótimo seu post e isso dá uma bela discussão.

  4. Gisele diz:

    quero ver se a Gaby quiser perder peso e um dia aparecer, sei lá, us 10 quilos mais magra. Ou malhar um pouquinho para ficar tipo a Queen Latifah, gorda durinha. Vai ser pregada na cruz da mídia! A menina simplesmente não pode mais ser nada, ela precisa antes perguntar “posso?”.

    Outra coisa chata é que nenhuma outra revista da linha da Elle vai levá-la em consideração para capas, pois é quase como colocar o Fidel tamanha a polêmica. E só quem perde é a atriz, que parece que está destinada a só poder ser vista feia, burra e sofrendo. Nunca linda (mesmo com retoques).

  5. Francine Barbosa diz:

    “Retoque” é uma coisa. Clarear a pele de uma atriz negra, num mundo racista como o que vivemos é outra. E sempre, sempre que as pessoas se sentirem ofendidas devem reclamar mesmo. A discussão é complicada? Opa, e como. Vamos deixar pra lá? Claro que não. A Denise fez uma série de posts interessantes aqui: http://sindromedeestocolmo.com/archives/2010/09/8657.html/

    Eu acho que essas 4 capas só mostram como essa história de “plus size” que a moda inventou é uma grande mentira. O padrão de beleza não mudou nem um pouco. Três brancas magérrimas, e enquanto a Lauren Conrad é insignificante, penas uma negra talentosíssima conseguiu furar o bloqueio.

    bjos!

  6. Romulo diz:

    Triste ver que, infelizmente, todo o talento de Gabourey não vale de nada. Toda vez as pessoas se voltam mais pro fato de que ela aparece/não aparece, é gorda/não é gorda e não pro fato de ela ser uma puta de uma atriz.

  7. Grazi diz:

    Adorei o texto inteligente e crítico na medida certa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s