Top 10 – Capas de disco

Inspirado pelo post do Desperate Love, resolvi colocar aqui aquelas que acho as melhores capas de disco já feitas.

10- ACTUALLY – Pet Shop Boys

PetShopBoysActually

Diz a lenda que a foto foi feita de forma espontânea e que, aproveitando o bocejo de Neil Tennant, o fotógrafo clicou o momento certo para essa capa que é ao mesmo tempo clássica, mas informal. Adoro o contraste dos smokings e do rosto sério de Chris Lowe com a atitude brincalhona de Tennant. A fonte e a pontuação no título do disco dá um charme todo especial.

9- GRADUATION – Kanye West

Graduation_(album)

Takashi Murakami (de quem já falei aqui), um dos grandes nomes da arte moderna, fez da capa do álbum de Kanye West uma espécie de apanhado geral da sua estética: influência de mangá, muito colorido, e uma certa atmosfera sinistra.

8- 1984 – Van Halen

VanHalen_1984

O que mais gosto dessa capa é que é impossível separar o pastiche daqueles comerciais de cigarro dos anos 50 e uma referência às pintuas angelicais renascentistas. A mistura dos dois estilos é que a torna tão marcante.

7- BOTH SIDES NOW – Joni Mitchell

Joni_Mitchell-Both_Sides_Now

O rosto de Mitchell já parece ter nascido pra pintura, ainda mais nesses traços que fazem referência explícita a Edward Hopper. Mas saber que é um auto-retrato deixa tudo ainda mais singelo. Não é à toa que esse é o disco que causa uma catarse na personagem de Emma Thompson em SIMPLESMENTE AMOR.

6- EROTICA – Madonna

album-Madonna-Erotica

A expressão no rosto de Madonna diz tudo que precisa se saber sobre esse disco. O close na foto de Steven Meisel em um fundo branco é uma escolha classuda – mas o que mais gosto é a referência semi-explícita das letras saindo do canto da boca.

5- THE VELVET UNDERGROUND & NICO

Velvet_Underground_and_Nico

Se às vezes capas de disco parecem obras de arte, essa aqui é uma obra de arte colocada em forma de capa de disco. Como exemplo da pop art é perfeito: simples, irônico e auto-reflexivo.

4-  BORN IN THE USA – Bruce Springsteen

BruceBorn1984

Afinal, ele está ou não está fazendo xixi na bandeira? A polêmica até hoje persiste, mas fato é que a famosa foto de Annie Leibovitz é um dos ícones da cultura pop norte-americana – a bandeira, o jeans, o boné e a bundinha do “The Boss”.

3- WISH YOU WERE HERE – Pink Floyd

Wish-you-were-here-Pink-Floyd

Pensei em três outras capas de discos de Pink Floyd pra colocar nessa lista, mas a que mais gosto mesmo é essa. Ainda mais sabendo que não tem photoshop não – o cara está pegando fogo mesmo. Representação das relações humanas? Desejo de auto-destruição? Impossibilidade de comunicação? Muitas interpretações para uma foto misteriosa e inesquecível.

2- ABBEY ROAD – The Beatles

beatles_-_abbey_road

Sgt Pepper’s merece todo o crédito pela sua capa que é uma síntese do século XX, mas no caso de “Abbey Road” temos os Beatles criando algo lendário. Antes dos easter eggs, eles já se comunicavam em suas capas através de um exercício lúdico, e no caso dessa foto isso é elevado à categoria de arte. As roupas, as poses, a placa do Fusca, o transeunte que observa a foto, a faixa de pedestres – a mistura entre o espontâneo e o planejado, juntamente com a simplicidade do clique, criou uma das imagens mais marcantes de todos os tempos. Além, é claro, de provar que o Paul estava morto.

1- ALADDIN SANE – David Bowie

david-bowie-aladdin-sane

No início, era o verbo. E no início do pop, era Bowie. Fotografada pelo mestre da fotografia britânica Brian Duffy,a capa do disco mostrava o mais novo personagem de David Bowie: Aladdin Sane (a lad insane – ‘um cara louco’), uma espécie de continuação de Ziggy Stardust. Só que diferente do rock star extremamente autoconfiante que veio visitar a Terra, Aladdin Sane tinha uma gigante dualidade que a foto explicita de maneiras diversas: a androginia da persona de Bowie, cada vez mais radical nas suas brincadeiras com os gêneros; a confessada e badalada bissexualidade do cantor; a forte luz na parte de baixo, mas que não atinge o rosto em penumbra; e obviamente o raio que atravessa sua face. Dois detalhes que  me fazem gostar ainda mais da capa são o fato de Bowie estar de olhos fechados e com os lábios entreabertos, como numa espécie de transe; e a misteriosa bolha (pré-photoshop) que desce pelo pescoço do cantor: resíduo do espaço sideral? maquiagem pesada? lágrima gigante? Se os grandes nomes da música se aproximam dos mitos, essa capa prova isso.

Esta entrada foi publicada em Just Shoot Me!, Music! Makes the people... com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a Top 10 – Capas de disco

  1. Gostei das suas escolhas, até por ter incluído um álbum recente (o do Kanye) que foge um pouco das tradicionais listas.

  2. Sidnei diz:

    Não se fazem mais capas como antigamente, dessas que dava vontade da gente comprar o cd, heheh…
    parabéns pelo blog, descobri recentemente e tenho viajado nas older entries. Já favoritei.

  3. karine diz:

    Adorei essa lista, dos 10 eu tenho 5. Adoro a capa do Van Halen.🙂

  4. Wally diz:

    Bela lista! Minha preferida é a de Abbey Road.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s