Top 10 – Melhores comédias românticas

O gênero comédia romântica está entre os mais formulaicos da história do cinema – geralmente antes de ver o filme a gente já sabe o final. Mas existem algumas comédias românticas que mesmo entre os clichês do estilo (que, convenhamos, são a graça de ver esse tipo de filme) conseguem inovar e seduzir. Essa lista é dos meus filmes preferidos desse gênero que sofre muito preconceito, mas que tem filmes bem interessantes. Preferi produções mais recentes (portanto nada de Doris Day/Rock Hudson) e que fossem estritamente comédias românticas, sem partir pra outro gênero (como FEITIÇO DO TEMPO ou ANNIE HALL). Aqui vai meu top 10:

10- UM GRANDE GAROTO

about a boy

Hugh Grant é o inquestionável rei das comédias românticas modernas, mas gosto como nesse filme ele não parece fazer o mesmo personagem de sempre. Misantropo da geração iPod, ele acaba sendo forçado a conviver com um garotinho e ajudá-lo de várias formas, especialmente na relação com sua mãe depressiva (Toni Collette, ótima). Apesar de seu interesse em Rachel Weisz, o relacionamento central da história é entre o personagem de Grant e o menino. É a típica história do ranzinza que tem seu coração amolecido, mas com uma roupagem contemporânea e criativa.

9- MELHOR É IMPOSSÍVEL

melhor_é_impossivel

Apesar de eu achar NOS BASTIDORES DA NOTÍCIA o melhor filme de James L. Brooks, esse aqui é o que tem mais claramente a cara de ‘comédia romântica’. Novamente um protagonista de coração duro, o inesquecível Melvin Udall de Jack Nicholson. Mais do que isso, suas neuras e grosserias são impagáveis, e detestar o personagem é impossível. A apagadinha Helen Hunt vive seu interesse romântico, e juntamente com o vizinho gay (Greg Kinnear excelente) faz com que Udall acabe revelando um pouco de sentimentos por trás da couraça. O clima ‘bittersweet’ característico do cinema de James L. Brooks se faz presente, assim como a elegância de sua direção.

8- AFINADO NO AMOR

wedding-singer

Adam Sandler, assim como Jim Carrey, alterna sua carreira entre bombas horrorosas (LITTLE NICKY) e  filmes excelentes (EMBRIAGADO DE AMOR, que não está na lista por ser mais do que ‘comédia romântica’ pra mim). Na segunda categoria, AFINADO NO AMOR é ótimo representante. Atuando com Drew Barrymore (com quem também fez o fofo COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ), Sandler faz um cantor de casamento que se apaixona pela garçonete Drew. Mas o mais divertido mesmo do filme é o fato dele se passar nos anos 80 e as divertidas piadas que surgem da situação. O tecladista da banda de Sandler vestido de Boy George é hilário, assim como a ponta essencial de Billy Idol (com a mesma cara de 20 anos atrás!). Steve Buscemi rouba todas as cenas, e o início com Sandler cantando ‘You Spin Me Round’ é perfeito.

7- QUATRO CASAMENTOS E UM FUNERAL

four_weddings_and_a_funeral_xl_04--film-A

Eu não gostava muito desse filme e nem entendia sua indicação ao Oscar. Mas depois que revi algumas vezes, ele subiu muito no meu conceito. A idéia de construir a história através das cinco cerimônias do título dá uma agilidade ao roteiro e ajuda muito no desenvolvimento dos personagens. Hugh Grant ascende ao estrelato e o poema de W.H. Auden entra para a cultura pop.

6- A GAROTA DO ADEUS

goodbyegirl

Um dos filmes mais engraçados que eu já vi. Richard Dreyfuss e Marsha Mason em interpretações inesquecíveis, dando aula de sarcasmo. Mas com os diálogos de Neil Simon, não tinha mesmo como dar errado. É a típica história do homem e da mulher que se odeiam o filme todo, mas só pra disfarçar o amor que um tem pelo outro. Adoraria ver uma refilmagem com um casal moderno, tipo Ryan Gosling e Rachel McAdams.

5- HARRY & SALLY – FEITOS UM PARA O OUTRO

orgasm060906_400x700

Mais que um ótimo romance, é um grande filme sobre amizade. De todas as interpretações de Meg Ryan quando era a rainha das comédias românticas – antes de ficar com uma cara de quem foi atacada por abelhas – essa sem dúvida é a melhor. Billy Crystal, de quem geralmente não gosto, consegue construir um misto de ironia e simpatia em seu personagem que sempre diverte. Rob Reiner usa pretextos muito espertos para o encontro dos dois personagens ao decorrer dos anos, em especial as festas de ano novo. E não dá pra falar desse filme sem lembrar da cena de Meg Ryan fingindo o orgasmo – a vitória do feminismo!

4- UMA LINDA MULHER

pretty-woman-movie-01

Os mal-humorados desde sempre criticam o filme por servir de péssimo exemplo para meninas. Sim, a Disney transformou a Gata Borralheira em uma prostituta e mostrou como esse pode ser um plano de carreira legal (quem sabe não se encontra um milionário com a cara do Richard Gere?). Claro que UMA LINDA MULHER é – entre outras coisas – sobre como o dinheiro é o ingrediente básico da auto-afirmaçao. De todos os filmes com a cena em que a protagonista recebe um ‘banho de loja’ (se entregando ao sistema, mas que a música alegre e os cortes rápidos fazem parecer que é para exercer sua identidade), este aqui realmente é imbatível. E o motivo principal é o gigantesco carisma de Julia Roberts, cujo sorriso inconfundível anima o dia até do mais miserável dos mortais. Quer coisa mais fofa do que ela cantando Prince na banheira? O roteiro é altamente manipulativo e você acaba caindo no golpe da Cinderella pós-moderna. Sinceramente, é irresistível.

3- SINTONIA DE AMOR

sleepless

Uma das experiências mais deliciosas que já tive no cinema. Tom Hanks e Meg Ryan realmente formaram um casal muito especial nas comédias românticas modernas, mas nenhuma colaboração da dupla foi mais inspirada do que essa daqui. A grande sacada do filme é fazer os personagens ficarem (praticamente) o tempo todo separados – ele em Seattle, ela em Nova York. Rosie O’Donnell e Rob Reiner são divertidíssimos como coadjuvantes, tendo as melhores piadas. A série de analogias com TARDE DEMAIS PARA ESQUECER dá um charme todo especial, assim como a maravilhosa trilha-sonora que é de fazer sair flutuando. Além do mais, adoro filmes que sabem a hora certa de terminar.

2- SIMPLESMENTE AMOR

love_actually

Richard Curtis, o rei das comédias românticas inglesas (ele está por trás de QUATRO CASAMENTOS E UM FUNERAL, NOTTING HILL, O DIÁRIO DE BRIDGET JONES), se propôs a fazer com SIMPLESMENTE AMOR a comédia romântica definitiva. Mesmo sendo essa uma tarefa impossível, não há como negar que o amontoado de histórias românticas interligadas no filme – assim como os diálogos inspiradíssimos – conquista desde a primeira cena. Difícil dizer o que é melhor: Hugh Grant como primeiro-ministro, Colin Firth falando português, Emma Thompson ouvindo Joni Mitchell, Billy Bob Thornton super-cretino como presidente americano… Além do mais, o filme tem uma cena já é clássica: a melhor declaração de amor de todos os tempos.

1- O CASAMENTO DO MEU MELHOR AMIGO

my-best-friends-wedding

Não só é a minha comédia romântica preferida, mas acredito ser o filme com um dos melhores roteiros anos anos 90. Primeiramente, é impressionante como todos os personagens (dos protagonistas aos mais secundários) são extremamente bem definidos, e mesmo nos momentos mais engraçados expõem algo muito além do cliché deste gênero. Aliás, o lugar-comum já é derrubado com a protagonista: ela é a ‘vilã’, ela fuma, ele quer destruir um casamento e…é a Julia Roberts! Erin Brockovich que me desculpe, mas esse é o melhor papel da carreira da atriz. Seu carisma habitual tem de ser mesclado a uma malvadeza e um egoísmo enorme (ela quer que seu melhor amigo seja feliz apenas com ela). Os planos diabólicos dela acabam sendo extremamente pueris (o karaokê, os emails trocados), mas sempre dão errado. Cameron Diaz é perfeita como a saltitante Kim, e Rupert Everett rouba todas as cenas como George. O timing dele dele para comédia junto com Julia Roberts nos faz querer ter um filme só dos dois, e pensar em Rock Hudson e Doris Day é inevitável – tanto que são citados propositalmente no filme. O estilo kitsch de P.J. Hogan – já exercitado em outro casamento, o de Muriel – se faz muito presente, especialmente nos convidados para o  casamento e na famosa cena do ‘Say a Little Prayer’. Os 30 minutos finais de O CASAMENTO DO MEU MELHOR AMIGO tem diálogos engraçados e amargos como raramente vi em qualquer filme (o “Who’s running after you? Nobody!” de George chega a doer), em especial a ‘catfight’ de Julia Roberts e Cameron Diaz num banheiro ferroviária (!) O fim do filme é totalmente imprevisível, mas depois de assistí-la não dá pra pensar como poderia ser diferente. A produção também vale como curiosidade pelas pontas de Paul Giamatti e Rachel Griffiths, quando eram desconhecidos. Na verdade, O CASAMENTO DO MEU MELHOR AMIGO pode ser lido como uma anti-comédia romântica, mesmo que usando alguns conceitos do gênero. E isso é o que faz dele tão especial.

Esta entrada foi publicada em 24 quadros por segundo, Top Ten. ligação permanente.

11 respostas a Top 10 – Melhores comédias românticas

  1. Karine diz:

    Ótima lista!

    Eu adoro Um Grande Garoto, é quase a minha vida se eu morasse em Londres. Eu já vi 4 casamentos tantas vezes que já posso dizer as falas. Ah, eu gosto mesmo é do Hugh Grant.🙂

    Em Simplesmente Amor é o Colin Firth e não o Farrell.🙂

  2. felipe diz:

    Adorei a lista. Só não vi Afinado no Amor, que agora eu quero assistir muito!

    Eu trocaria Simplesmente Amor, que acho meio chatinho por De Repente 30, que eu paro pra ver sempre que tá passando (e olha que passa toda semana).

    • Anderson diz:

      Felipe: Nossa, como vc pode achar Simplesmente Amor chato??? É tanta coisa acontecendo no filme. E veja AFINADO NO AMOR, é ótimo!

      Karine: Realmente, confundi os Colins! hehehe Brigado!

  3. Acho “Melhor É Impossível” genial. Muito acima dos outros que vi dessa lista. “4 Casamentos” é uma delícia tb, acho muito subestimado por alguns.

    Ah, Anderson: recentemente criei um blog e te linkei, espero que não se importe. ;D

  4. Fred Burle diz:

    Esse gênero é muito subjetivo. Como o desenvolvimento dos temas seguem sempre uma estrutura parecida, dificilmente acontecem grandes inovações e não acontece chamarmos seus exemplares de “filmaços”. Depende muito da identificação que aconteça entre filme e espectador. Da sua lista, gosto de todos, mas quase nenhum entraria em minha lista, exceto About a Boy e Love Actually.

  5. Puxa, não sabia que você gostava tanto de “Simplesmente Amor”! Para mim, essa é a melhor comédia romântica da década – e toda vez fico emocionado com essa cena aí. E já faz um tempão que vi “O Casamento do Meu Melhor Amigo”, mas claro que lembro do momento “Say a Little Prayer”!

  6. ÓTIMA LISTA, CONCORDO EM QUASE TUDO

  7. Cecilia S diz:

    Sua lista e comentário são bons, mas não entendo por que “O casamento do meu melhor amigo” sempre figura nas listas de melhores comédias românticas. É simplesmente uma perda de tempo. Chato, e se o fim é imprevisível, somente coroa com um sabor amargo a experiência de sequências irritantes e sem sentido. Ninguém assiste comédia romântica e suporta todas as forçações de barra e invencionices extremas para ver a heroína sozinha, derrotada (por mais que haja o discurso “prafrentex” do seu amigo gay, e a dança, etc). É como tomar um xarope muito doce e depois óleo de rícino.

  8. Raphael diz:

    Eu AMO O Casamento do Meu Melhor Amigo, exatamente por ela ser uma mulher normal que, assim como tantas, já fez de tudo pra conquistar o cara depois que percebeu que era tarde e…. realmente era tarde. O único que eu não gosto aí é o Grande Garoto, mas o filme é bom… só não consigo engolir o Hugh Grant mesmo… é pessoal, nem desperdicem seus teclados defendendo ele😉

  9. Júlia diz:

    Faltou NOVIDADES NO AMOR, A PROPOSTA, A VERDADE NUA E CRUA, O AMOR CUSTA CARO, etc. (como vcs deixaram passar?!) A maioria desses filmes eu ainda não vi, mas me falaram muito bem deles

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s