Top 10 – Melhores filmes de comédia

Taí uma lista dificílima de fazer: primeiramente porque comédia está longe de ser o meu gênero favorito, e também porque às vezes rimos muito mesmo sabendo que o filme em si é ruim. Mas se o objetivo da comédia é fazer rir, o filme é bom. Ou não?

Bem, abaixo vai a lista das melhores comédias que já vi, usando o critério de muitas risadas mas também filmes com uma trama criativa.

10- MAMÃE É DE MORTE

serial-mom-kathleen-turner

Kathleen Turner e John Waters em uma das comédias de humor negro mais absurdas já filmadas. Ao mostrar como uma típica dona de casa pode se tornar uma assassina fria, Waters faz uma crítica ferina ao “american way of life” e à ditadura do politicamente correto. Kathleen Turner em provavelmente sua última grande atuação, matando aqueles que cometem os atos mais horrendos (não reciclar o lixo, por exemplo). As caras e bocas que a atriz faz são hilárias, e toda a sequência no tribunal é de chorar de rir.

9- POR ÁGUA ABAIXO

flushed-away-slugs

Taí um filme de animação pouco comentado. Não tem nenhuma ilusão de grandeza e nem pretende ser uma obra da Pixar, mas quando é pra fazer rir, tem as melhores piadas. O destaque aqui são os dubladores: eu geralmente não gosto muito dessa coisa de superstars em animação, mas ter Hugh Jackman, Kate Winslet e especialmente Ian McKellen fazem toda a diferença. Todas as piadas sobre a cultura da Inglaterra, da França e dos EUA são um achado, sem contar as referências pop. Mas quem rouba a cena aqui são as lesmas – os personagens de animação mais engraçados que já inventaram.

8- MUDANÇA DE HÁBITO

sister_act_1992_movie

Caso típico: criar uma trama estilo “peixe fora d’água” bem absurda e a partir daí desenvolver situações contrastando o protagonista deslocado e o meio onde está inserido. Um sem-número de filmes de comédia tem histórias assim, mas um que é simples mas incrivelmente bem-feito é MUDANÇA DE HÁBITO. O filme é claramente um veículo para Whoopi Goldberg, mas o elenco de coadjuvantes rouba a cena. Apesar da sub-trama da máfia atrapalhar um pouco, as sequências musicais são todas muito engraçadas, fazendo paródias “cristãs” de músicas de cassino. Trocar “My Guy” por “My God” me faz dar gargalhadas sempre.

7- A VIDA DE BRIAN

life-of-brian-pilates

De todas as comédias do Monty Python, essa pra mim é a número 1. Tem o tom anarquicamente britânico do grupo, é a paródia mais bem-sucedida deles, e o roteiro é uma aula… afinal, é baseado numa história de mais de 2000 anos. E por mais que tentem, nenhum final de filme de comédia pode ser comparado a uma sequência musical na crucificação.

6- MULHERES À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

mujeres-nervios-cast

Brincando com estereótipos e levando o pós-feminismo às raias da loucura, Almodóvar faz rir até com tentativas de suicídio. Carmen Maura é divina, e toda a questão de sua personagem ser dubladora de filmes de melodrama rende algumas das melhores cenas de todoa a filmografia do diretor espanhol (o que não é pouco). Antonio Banderas no clássico papel do galã atrapalhado também é uma grata surpresa.

5- APERTEM OS CINTOS! O PILOTO SUMIU

Airplane-Peter-Graves-leslie-nielsen

Dos inúmeros filmes que fazem paródia de outros filmes, nenhum chega sequer perto desse aqui. É uma metralhadora de referências, não só a inúmeros filmes catástrofe mas também a vários clichês do cinema. Eu particularmente adoro as piadas que eles fazem envolvendo jogos de palavras – depois de ver esse filme, não tem como não ver graça no nome Shirley.

4- DESCONSTRUINDO HARRY

deconstructing-harry-woody-allen

Esse pra mim é um dos top 3 filmes do Woody Allen. Pesadelo dos politicamente corretos, o diretor faz piada com mulheres, negros, judeus, cristãos e especialmente consigo mesmo. Na verdade, não deixa de ser um filme de road trip, mas onde por trás do final pseudo-redentor há uma profunda piada com toda a humanidade. Só a cena do inferno já vale o filme.

3- SOUTH PARK – MAIOR, MELHOR E SEM CORTES

south-park-blame-canada

Tem uma cena de sexo entre o diabo e Saddam Hussein. Enough said.

2- LEVADA DA BRECA

cary grant bringing up baby katherine hepburn

Existe algum gênero cinematográfico onde Howard Hawks não tenha feito um clássico? Na comédia, ele fez LEVADA DA BRECA, até o hoje o filme em que literalmente eu mais ri na vida. Eu adoro screwball comedies e essa aqui é a melhor de todas elas. Nenhum casal se odiou tanto durante o filme para ficar junto no final quanto Cary Grant e Katherine Hepburn, ambos dizendo suas falas com uma velocidade de dar inveja a Aaron Sorkin. As situações mais loucas acontecem envolvendo a dupla, incluindo um leopardo brasileiro, um osso de dinossauro perdido e até mesmo Cary Grant dizendo que é gay. Um clássico do riso solto.

1- FEITIÇO DO TEMPO

Groundhog-Day

O data de 02 de fevereiro se repete todo ano – afinal, tenho que comemorar meu aniversário. Para Phil Connors, ele se repete todo dia. Nessa brilhante homenagem aos filmes dos anos 30 (Capra é a referência principal), o diretor Harold Ramis brinca com uma premissa de ficção científica para fazer uma comédia bem perspicaz sobre amor, tempo, amizade e auto-estima. Como disse Stanley Fish, que colocou FEITIÇO DO TEMPO na lista dos 10 melhores produções americanas de todos os tempos, “quanto mais sério o filme fica, mais engraçado ele fica.” Bill Murray tem aqui o seu melhor papel, e ver a transformação do personagem em suas diferentes fases (indiferença, surpresa, desespero, esperança) é ser brindado com a mais subestimada atuação cômica do cinema recente. Até mesmo Andie MacDowell, geralmente fraca, é perfeita no papel da mulher que nunca muda – por isso perfeita (aos olhos do personagem). Um novo clássico.

Esta entrada foi publicada em 24 quadros por segundo, Make'em Laugh, Top Ten com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

8 respostas a Top 10 – Melhores filmes de comédia

  1. Francine Barbosa diz:

    Como assim não tem “Quanto Mais Quente Melhor”?

    Também não gosto muito, acho que nem conseguiria fazer uma lista com 10 favoritas, mas esse é demais.

    bjo

  2. Aaaah… South Park é a vida… mas nem classifico Mudança de Hábito como comédia… é mais musical mesmo (embora ria bastante ainda mais com o primeiro)
    De mais eu só vi Por Água Abaixo. – Quando verei os outros???

  3. Eu choro de rir com “Poderosa Afrodite”. Toda vez! :)

    E Monty Python é VIDA!

  4. Ana Paula diz:

    Lista peculiar e interessantíssima! Mamãe é de morte muito (subestimado e)bem lembrado, South Park é impagável, Feitiço é excepcional, Apertem os cintos… é precursor, Levada da breca é tresloucado e refinado e Mulheres é passionalmente hilário. Obviamente que os Python e o Sr.Allen não poderiam faltar. Sou suspeita pois sou muito fã do nonsense inglês e da neurose americana.

  5. carol diz:

    Bem peculiar a lista, na minha acho que eu incluiria Top Secret e Caddyshack (que eu sei que é bem bobinho, mas me diverti tanto todas as vezes que eu o vi).
    Ah, fiquei curiosa pra saber quais são os outros 2 do top 3 Woody Allen…

  6. Lili diz:

    Ah, eu também senti falta de Quanto Mais Quente, Melhor. É a minha comédia preferida, eu CHORO de rir com a dança do tango do Jack Lemon. Eu colocaria também Era uma vez um crime, antigão, com John Candy. Space Balls também não pode ficar de fora pra mim.

    E, posso parecer precipitada, mas acho que já vale colocar Se beber não case também, não?

  7. Maya diz:

    Muito boa essa lista. “A Morte Lhe Cai Bem” e “Les Anjes Gardiens” foram os que mais me fizeram rir ate hoje :)

  8. thiago diz:

    de todos esses filmes south park é o melhor é mt engrasado o resto é tudo antigo e sem grasa po

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s